Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 09 de junho de 2019.
Dia do Porteiro. Dia do Tenista.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 09/06 às 10h30min

Grêmio sofre para bater o Fortaleza com gol aos 44 do segundo tempo

Vitória de 1 a 0 deixa o Tricolor com oito pontos na tabela de classificação

Vitória de 1 a 0 deixa o Tricolor com oito pontos na tabela de classificação


LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/JC
Estadão Conteúdo
Não foi neste sábado que o Grêmio praticou o bom futebol frequentemente prometido por seu técnico, Renato Gaúcho, mas ao menos a equipe conseguiu dar uma respirada na tabela. A vitória de 1 a 0 arrancada contra o Fortaleza aos 44 minutos do segundo tempo em Caxias do Sul foi, acima de tudo, um desafogo para os gaúchos na oitava rodada do Campeonato Brasileiro.
É que o resultado deixa os gaúchos com oito pontos na tabela de classificação, o que faz com que saiam, momentaneamente, da zona de rebaixamento, enquanto deixa os cearenses, com a mesma pontuação, mas saldo de gols inferior, para trás.
Tendo cedido seu estádio para a organização da Copa América, o Grêmio se deslocou aproximadamente 130 quilômetros de sua sede para receber o Fortaleza. Sem contar com a atmosfera da sua arena e sem jogadores como o lateral Cortez, o volante Michel e meia-atacante Luan, a equipe de Renato Gaúcho decidiu apostar na paciência como estratégia no início do duelo. Sem velocidade, porém, tocava a bola de um lado para o outro na tentativa de buscar espaços, o que não resultou em grandes ameaças em meio ao forte bloqueio dos cearenses nos minutos iniciais.
O campeão gaúcho só causou algum desconforto para Felipe Alves em tentativas de fora da área - uma com Diego Tardelli e outra com Felipe Vizeu - que, mesmo assim, não obrigaram o goleiro do campeão cearense a fazer defesa alguma até os 39 minutos, quando espalmou novo arremate de longe, desta vez do meia Thaciano.
Ainda assim os donos da casa conseguiam encurralar os visitantes, que passaram as duas últimas semanas reclamando do cansaço pela forte sequência de compromissos, entre Copa do Nordeste, Brasileirão e Copa do Brasil, disputados em cidades e regiões diversas do País. Embora tentassem sair em velocidade tocando a bola para encaixar contra-ataques, os comandados de Rogério Ceni acabavam não sendo efetivos na tarefa, deixando a partida com escassas emoções.
A volta do intervalo marcou uma mudança de atitude dos gremistas, que retornaram com mais agressividade, buscando acelerar o jogo. Mas só aos 20 minutos Felipe Alves, que vem alternando partidas com o titular Marcelo Boeck, fez uma grande defesa na partida, ao espalmar cabeçada de Geromel, que subiu com liberdade em meio à defesa da equipe do Pici.
Acuado em seu campo de defesa, o time cearense ainda veria sua situação se complicar ainda mais após a expulsão de Osvaldo, por falta cometida em Léo Moura. O lance excessivo, antes punido com um cartão amarelo ao meia-atacante, foi revisado pela arbitragem através do vídeo e se transformou em jogada considerada violenta, digna de expulsão, que acabou acontecendo.
Com um jogador a mais, Renato não hesitou em colocar mais um atacante, André, que entrou na vaga do volante Thaciano. A intenção era abrir a zaga do Fortaleza, ao mesmo tempo em que adiantava as linhas para aumentar a pressão sobre o oponente. A mudança de posicionamento só teve efetividade aos 44 minutos, quando Jean Pyerre, com belo lançamento, achou Pepê entrando por trás da defesa. O jovem atacante da base gremista tocou por baixo de Felipe Alves, acabando com o sufoco gaúcho na partida.
Na próxima rodada, a última antes da parada do Brasileirão para a Copa América, o Grêmio vai ao Rio, onde enfrentará o Botafogo, às 19h15min da quarta-feira, no Engenhão. No mesmo dia, só que às 21h, o Fortaleza receberá o Cruzeiro, no Castelão.
CORRIGIR