Porto Alegre, quarta-feira, 09 de outubro de 2019.
Dia Mundial dos Correios.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Greve do Imesf afeta atendimento nos postos de saúde de Porto Alegre

Cerca de 92 mil pessoas amanheceram nesta quarta-feira (9) sem atendimentos nos postos de saúde de Porto Alegre, devido à greve de funcionários do Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (Imesf). O motivo da paralisação de enfermeiros, técnicos de enfermagem, odontólogos e agentes, que começou hoje e seguirá até sexta-feira (11), é o fechamento das unidades de saúde na Capital. Médicos não aderiram ao movimento. Segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde, 20 postos não abriram, como a Unidade de Saúde Mário Quintana (foto), na Vila Farrapos. Em nota, a prefeitura declarou "não haver motivos para greve" e que "é um contrassenso quem diz que quer continuar atendendo deixar a população sem assistência". Pela manhã, trabalhadores do Imesf protestaram em frente à Prefeitura e fizeram uma caminhada no Centro da Capital.
 

FOTO MARCELO G. RIBEIRO/JC
09/10/2019 - 12h53min