Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Litoral

14/01/2020 - 13h37min. Alterada em 14/01 às 13h37min

Turista morre ao cair do Morro das Furnas em Torres

Segundo o Corpo de Bombeiros, homem caiu do penhasco ao se aproximar para jogar uma flor no mar

Segundo o Corpo de Bombeiros, homem caiu do penhasco ao se aproximar para jogar uma flor no mar


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Um homem morreu após cair do alto do Morro das Furnas, em Torres, no início da manhã desta terça-feira (14). Juliano Pinto, de 46 anos, escorregou ao se aproximar do penhasco para jogar uma flor no mar. De acordo com o Comandante do Socorro do Corpo de Bombeiros de Torres, Sargento Costa, a queda do local é de aproximadamente 50 metros.
Um homem morreu após cair do alto do Morro das Furnas, em Torres, no início da manhã desta terça-feira (14). Juliano Pinto, de 46 anos, escorregou ao se aproximar do penhasco para jogar uma flor no mar. De acordo com o Comandante do Socorro do Corpo de Bombeiros de Torres, Sargento Costa, a queda do local é de aproximadamente 50 metros.
Professor de capoeira, Pinto estava em Torres acompanhado de alunos em uma excursão que saiu de Soledade. Equipes do Corpo de Bombeiros, Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal de Torres foram acionadas para atuar no resgate. Os bombeiros utilizaram técnicas de rapel para descer até as furnas e retirar o corpo.
A visitação ao Parque da Guarita, onde fica o Morro das Furnas, chegou a ser interrompida durante a manhã mas já foi liberada. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia